O ténis na CIRES

Com a construção do recinto polidesportivo e tendo em conta as necessidades de vários trabalhadores da empresa, foi formada em 1996 a secção de ténis do CAT sob o nome de Grupo Desportivo e Cultural da CIRES – Secção de Ténis.

No primeiro ano de funcionamento foi realizado o 1º Torneio Interno com a presença de 21 jogadores pertencentes às várias empresas do grupo CIRES e iniciado o Torneio Escada com a participação de 20 atletas. Foi realizado também o Torneio Inter-Fábricas com a participação da CIRES, Nestlé, Dow, Vulcano e Philips e a presença de 60 jogadores.

A nível oficial a CIRES esteve representada no Campeonato Regional de Inter-Clubes com uma equipa sénior tendo efetuado jogos com vários clubes da região (Ovar, Feira, Aveiro, Oliv.Azeméis, Espinho e Águeda). A equipa inicial era constituída pelos atletas Paulo Resende, Paulo Barciela, Pedro Neves, António Guerreiro, Armando Barbosa e Álvaro Lapa.

Em Junho de 1997 foi aberta a Escola de Ténis sob a supervisão do Engº. Pedro Neves e com a direção técnica do Prof. João Cunha (Treinador Nível II). Inicialmente a Escola começou com a participação de 19 alunos pertencentes à empresa.

No ano seguinte abrimos a Escola de Ténis à comunidade local e admitimos inscrições de jovens das várias instituições de ensino da região, tendo terminado o ano com 25 alunos.

Em 1999 organizámos o primeiro torneio oficial, no escalão juvenil, com a participação de 29 atletas masculinos e femininos de vários clubes nacionais. De referir que o jogador melhor classificado em masculinos era o 55º do ranking nacional e em femininos a 17ª do ranking nacional. Neste torneio tivemos a colaboração da Nestlé na disponibilização das suas instalações desportivas.

Em 2000 demos continuidade aos vários torneios anualmente realizados (Torneio Escada, Torneio Inter-Sócios, Torneio Inter-Clubes). Realizamos também o nosso 1º Torneio Oficial Sénior CIRES inscrito no calendário oficial da Federação Portuguesa de Ténis com a presença de 22 jogadores entre eles o Pedro Neves como representantes da CIRES. Para além destas atividades, organizámos uma deslocação de alguns atletas da Escola de Ténis para assistir ao Estoril Open que decorreu durante o mês de Abril.

Em 2001 efetuámos vários protocolos com clubes da região (Aveiro, Luso, Coimbra, Nestlé) com a perspetiva de facilitar o intercâmbio entre as escolas de ténis e ao mesmo tempo dinamizar a realização de encontros entre os seus jogadores. Para além desta vertente os atletas pertencentes aos clubes integrados nos protocolos pagarão uma inscrição nos torneios inferior aos restantes jogadores.
Organizamos também a fase local do campeonato nacional de iniciados que apura um jogador para a fase final regional.

No ano transato as atividades da Secção de Ténis decorreram nos âmbitos normais (Torneios Escada, Inter-Sócios, Inter-Clubes, Oficiais Juvenis e Sénior). Na Escola de Ténis evoluíram 32 jogadores nos vários escalões etários (infantis, iniciados, juniores, seniores e veteranos) tendo sido realizados vários torneios entre eles. Como incentivo foram instituídos vários prémios no final do ano para o jogador que mais evoluiu tecnicamente, para o jogador mais assíduo, para o jogador mais regular, etc. Como jornada de confraternização e também para entrega dos prémios dos vários torneios realizou-se um jantar no final do ano num conhecido restaurante da região.

No corrente ano já realizamos um torneio oficial juvenil e um torneio oficial sénior. Em Abril organizámos uma deslocação de 14 alunos da Escola de Ténis acompanhados pelo treinador João Cunha ao Estoril Open no Jamor. A estes atletas da CIRES juntaram-se outros grupos da Nestlé e da Torreira, viajando todos em alegre convívio até Lisboa numa carrinha gentilmente cedida pela Câmara Municipal de Estarreja.